YOUTUBE COMEÇARÁ A PAGAR AOS PODCASTERS PARA MIGRAREM SEU CONTEÚDO PARA VÍDEO

Com a constante expansão e o sucesso dos podcasts o YouTube investe no mercado e incentiva os criadores de conteúdo a diversificarem o formato dos programas

O grande sucesso dos podcasts se deve, especialmente, à flexibilidade de poder se informar enquanto realiza outras atividades. Em uma sociedade que funciona em ritmo acelerado, a otimização do tempo é um dos fatores que mais impulsiona o crescimento do mercado do áudio sobre demanda. Seja enquanto dirige, corre ou cozinha, os podcasts estão presentes e marcam o retorno do amor ao conteúdo em áudio.  

Antes de tudo: O que é podcast?

Podcasts são programas de áudio em formato digital, muito similares aos programas de rádio. Podem ocorrer em diversos formatos, como, por exemplo, entrevistas, rodas de conversa, debates, narrativas, reportagens e ficção seriada. O ouvinte tem acesso ao conteúdo on-line e, em alguns casos, pode fazer o download para ouvir off-line. Dependendo da plataforma de hospedagem o podcast pode oferecer conteúdo em outras mídias também, como transmissão em vídeo ao vivo do estúdio durante a gravação.

O crescimento do mercado podcasting 

Segundo a Associação Brasileira de Podcasters (abPod) há produtores de podcast na ativa desde 2004, sendo 2018 o ano em que o conteúdo explodiu no país. Em 2020 o Brasil liderou o ranking de países com maior crescimento na produção dos programas e, atualmente, estimasse que o Brasil possua cerca de 34,6 milhões de ouvintes.

A Grand View Research avaliou o mercado global de podcasting em US$ 11,46 bilhões em 2020, com uma previsão de crescimento média de 31,1% de 2021 a 2028. As previsões apontam que os ouvintes mundiais ultrapassarão 160 milhões já em 2023. Com a enorme popularização os podcasts vem se tornando cada vez mais lucrativos e o investimento do Youtube comprova o potencial de crescimento no mercado. 

A plataforma, conforme divulgado pela agência de notícias Bloomberg, começará a oferecer subsídios aos podcasters como forma de ajudar na transição do seu conteúdo para novos formatos. Os valores podem variar de R$ 255 mil reais para produções individuais até R$ 1,5 milhão para redes de podcast, esse investimento visa ajudar no custo da migração para a produção em vídeo. Embora o YouTube já lucre com o compartilhamento de áudios sobre uma imagem estática ou de conteúdos ao vivo, a plataforma quer tornar as coisas oficiais e bater de frente com grandes nomes do podcasting, como o Spotify.  

Essa iniciativa visa trazer o público ouvinte para o YouTube e incentivar a permanência dele, apostando na certeza que um programa de entrevistas também funciona bem no formato audiovisual, como, por exemplo, o sucesso do PodPah. Comandado por Igor Cavalari e Thiago Marques, o programa descontraído é transmitido ao vivo pelo YouTube e já conta com mais de cinco milhões de inscritos no canal oficial.

 E você sabe o que é preciso para começar um podcast?

Não é uma simples gravação. Para conseguir criar um conteúdo de qualidade com possibilidade de destaque no mercado é necessário, além de muita dedicação e conhecimento, ter o tema e o formato bem definidos, equipamento de áudio, software para gravação e edição e uma boa distribuição nas plataformas de streaming.

Como todo mercado em constante expansão, a indústria do podcasting apresenta novas tecnologias e soluções de forma contínua e acelerada, o que pode deixar um iniciante confuso e sem saber em qual produto investir. É pensando nisso que acontece, nos dias 22, 23 e 24 de julho em São Paulo, A Content Creator Expo. Um evento dedicado ao conhecimento e tecnologia para criadores de conteúdos e empreendedores digitais. Entre no site e confira a programação completa: palestras, expositores da feira e arena de demonstrações.

SERVIÇO: 

  • Evento: Content Creator Expo 
  • Data:  22 a 24 de julho de 2022, de 10h às 20h. 
  • Local: Centro de Eventos Fecomércio – Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo, SP 
  • Realização: ATO3 Eventos 
  • Site oficial: http://ccexpo.com.br/ 
  • Mais informações: contato@ato3.com.br 

2 respostas para “YOUTUBE COMEÇARÁ A PAGAR AOS PODCASTERS PARA MIGRAREM SEU CONTEÚDO PARA VÍDEO”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: