METAVERSO E O FUTURO DA CRIAÇÃO DE CONTEÚDO

Saiba como essa tecnologia de fusão entre o mundo virtual e o físico poderá revolucionar a forma de produzir e consumir conteúdo

Para muitos entusiastas o metaverso seria um substituto natural da internet como conhecemos hoje, já para outros a única certeza é que nesta próxima etapa da rede mundial dos computadores nós estaremos dentro do conteúdo. Por enquanto é só uma ideia, mas os gigantes da tecnologia estão investindo cada vez mais para torná-la real e a criação de conteúdo precisa se preparar para a chegada do metaverso.

O metaverso é um universo virtual onde as pessoas vão interagir entre si e por meio de avatares digitais. Um mundo criado a partir de tecnologias como realidade virtual, realidade aumentada, redes sociais e criptomoedas.   Uma espécie de internet 3D na qual a comunicação, a diversão e os negócios existirão de forma imersiva.  Reuniões de trabalho, encontros com amigos, compras corriqueiras, como, por exemplo, um livro, ou até mesmo assistir a um filme ou um show: tudo realizado virtualmente e pago com criptomoedas.

A Microsoft anunciou a chegada de avatares 3D ao Teams, o que significa um ambiente de trabalho em realidade virtual. O home office e as reuniões por chamadas online não foram apenas um sintoma da pandemia, mas sim o início da mudança proposta pelo metaverso. No mundo dos games já existem alguns exemplos de metaversos populares nos quais  você consegue interagir de forma imersiva: Minecraft, Roblox, Elder Scrolls e Fortnite.

Embora esteja em alta agora, o termo apareceu pela primeira vez em 1992 no romance Snow Crash (Traduzido como “Nevasca” no Brasil) de Neal Stephenson. O autor criou o termo “metaverso” para se referir a um mundo virtual habitado por avatares de pessoas reais.  Atualmente Stephenson trabalha na empresa de realidade virtual Magic Leap.

No romance o personagem principal é um hacker de computador que trabalha como entregador de pizza e passa boa parte do tempo mergulhado no metaverso com fones de ouvidos e óculos especiais. Todavia, na perspectiva de hoje, o metaverso seria um complemento à internet atual e não um substituto, podendo ser acessado por qualquer dispositivo tradicional, como, por exemplo, smartphone, computador e tablets. Óculos de realidade virtual também são esperados para essa nova fase da comunicação, mas não serão a única forma de adentrar nesse ambiente onde estaremos todos incorporados.

Para torna tudo isso possível a realidade virtual será a tecnologia central do metaverso. O uso de um sistema computacional para criar ambientes virtuais capazes de provocar uma imersão completa no mundo simulado é a base do conceito desse universo.

Já em termos econômicos, os NFTs, do inglês Non-Fungible token (Token não-fungível em tradução livre), serão os principais meios pelos quais o metaverso será viabilizado. Atualmente mais utilizados para compra de arte virtual, esses token que certificam a exclusividade e a originalidade de objetos virtuais podem ser usados para controlar o ingresso e o trânsito no metaverso.

Para o metaverso se tornar real há alguns desafios a serem vencidos pelos gigantes das tecnologias, o maior deles é as empresas efetivamente construírem plataformas intercambiáveis e compatíveis. As grandes marcas precisam cooperar ou o resultado será vários pequenos metaversos, cada um de uma empresa, sem comunicação um ou o outro. Como já ocorre hoje no mundo dos games.

Caso o metaverso se torne real, essa junção de várias tecnologias combinadas promete infinitas possibilidades para o marketing digital e a criação de conteúdo, os creators e as marcas precisam se preparar para estas mudanças. Toda migração para uma outra plataforma impacta os hábitos de consumos e exige novas abordagens. A intenção da criação de conteúdo no metaverso é vivenciar o universo em sua totalidade, ou seja, esse ecossistema conseguirá recriar experiências reais no mundo virtual. Lugares reais e marcas físicas precisarão recriar seus ambientes dentro do digital.

Um universo cheio de possibilidades promete estimular a criação de conteúdo realista e interativo, focado em materiais dinâmicos que incentivam o engajamento e a participação da pessoa. Sendo assim, para um universo focado em interações online e experiências imersivas em eventos e/ou lugares, o conteúdo criado e compartilhado precisa ser capaz de fazer com que o usuário possa engajar e interagir com o creator em tempo real. Esse modelo de convivência estimula a cocriação, ajudando a desenvolver o ambiente.

A monetização também sofrerá alterações significativas. Hoje os criadores de conteúdo dependem de publicidade e redes socais para o faturamento, com o metaverso eles criarão e venderão produtos totalmente virtuais. Não estamos falando só de e-books e cursos, mas sim de roupas, maquiagens, objetos de decoração etc. Tudo poderá ser criado e comercializado no metaverso.

Tudo acontece muito rápido e fica cada vez mais difícil se manter informado sobre todas as possibilidades do universo da criação de conteúdo ou da creator economy, por isso é importante garantir sua participação na Content Creator Expo, nos dias 22, 23 e 24 de julho em São Paulo. A CCEXPO é um evento dedicado ao conhecimento e tecnologia para criadores de conteúdos e empreendedores digitais. Entre no site e confira a programação completa: palestras, expositores da feira e arena de demonstrações.

Esta é a última semana para adquirir seu passaporte com o preço de primeiro lote. Garanta sua participação nesse evento pensado em você, creator.

SERVIÇO: 

  • Evento: Content Creator Expo 
  • Data:  22 a 24 de julho de 2022, de 10h às 20h. 
  • Local: Centro de Eventos Fecomércio – Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo, SP 
  • Realização: ATO3 Eventos 
  • Site oficial: http://ccexpo.com.br/ 
  • Mais informações: contato@ato3.com.br 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: